Seguros com Segurança.

Blog sobre seguros e coisas afins.

  • Página Principal
    Página Principal Aqui você pode encontrar todas as postagens do blog
  • Tags
    Tags Mostra uma lista de tags utilizadas no blog.

Seguro de Responsabilidade Civil Veículos: Barato, seguro de danos contra terceiros tem cobertura limitada

em em Automóveis.
  • Tamanho da fonte: Maior Menor
  • Increver-se para receber atualizações
  • Imprimir

Alvo do produto é quem tem carro com até 15 anos. Roubos e furtos ficam de foraColisão

RIO – Enquanto o mercado dos zero quilômetro encolhe com as vendas fracas, um produto voltado para os carros usados acelera fundo e conquista adeptos: o seguro para danos contra terceiros, conhecido como de Responsabilidade Civil Facultativa de Veículos (RCF-V). Com custo médio 25% menor que o dos contratos tradicionais e sem cobrança de franquia, o segmento tem apelo especial para aqueles que, com a alta da renda, puderam comprar um veículo usado mas não dispõem de recursos para o seguro total do veículo. Outro alvo são os donos de modelos mais antigos, com até 15 anos de fabricação. Mas especialistas ressaltam que é preciso estar atento aos itens cobertos pela apólice. Roubo, furto e incêndio, por exemplo, ficam de fora.

— Este público simplesmente não fazia seguro — lembra Neival Freitas, presidente da Federação Nacional de Seguros Gerais (FenSeg), que junto com a Confederação Nacional de Seguros gerais (CNseg) está lançando uma cartilha sobre o tema. — Agora, tem acesso a informações sobre produtos com cobertura só para terceiros, incluindo danos corporais e materiais, e que geralmente saem mais em conta.

Motoristas que dirigem bem, mas não querem correr o risco de arcar com uma grande despesa caso provoquem um acidente, costumam contratar o RCF-V, diz Freitas. A descrição se encaixa no perfil do engenheiro Renato Vieira, de 32 anos, que queria fazer um seguro total para seu sedã Mitsubishi Lancer 1.6 a gasolina, comprado há oito anos. O valor do contrato, porém, estava muito além do que ele poderia ou estaria disposto a pagar. Em conversa com o corretor, descobriu o RCF-V:

— A cobertura para danos materiais e corporais a terceiros é uma opção bastante viável, já que o índice de roubos e furtos do modelo do meu carro é baixo — conta Vieira, morador de São Bernardo do Campo, na Região Metropolitana de São Paulo, que desembolsou cerca de R$ 700 pelo contrato e, até hoje, nunca teve de acioná-lo. — Minha maior preocupação é me envolver em um acidente com um carro de R$ 100 mil ou mais e ter de pagar franquia e consertos astronômicos. Ou ainda arcar com grandes despesas no caso de um atropelamento ou colisão com feridos. Quanto ao meu carro, posso trocá-lo se houver um grande estrago.

Seguro é obrigatório para táxis do Rio

Embutido nas apólices que oferecem cobertura total, o RCF-V é obrigatório para os táxis do Rio. Segundo o presidente da a Associação dos Taxistas do Brasil (Abrataxi) , Ivan Fernandes, para rodar pela cidade, a prefeitura exige a cobertura para terceiros e também para passageiros. Quem não tem os dois seguros, não faz a vistoria anual:

— O seguro não é tão barato assim e pesa no orçamento. Mas, por sermos um serviço de transporte público, sem ele, não podemos trabalhar.

Para Fernandes, o problema é que carros particulares e piratas, por falha da fiscalização e controle, não fazem o seguro, colocando em risco o usuário.

Com a ampliação do espectro de proprietários de carros, contudo, o segmento está ganhando mercado, afirma Wagner Silva, corretor da Nassar Seguros, do Rio. Como as opções tradicionais — aquelas que cobrem roubo, furto, colisão e incêndio — pesam muito no bolso e afugentam os clientes, os corretores estão mais empenhados em oferecer o RCF.

— Para que o cliente não ache depois que levou gato por lebre, o corretor precisa ressaltar que não se trata apenas de um seguro mais barato. É preciso ficar bem claro que o seguro é voltado para terceiros. O carro do contratante fica sem qualquer cobertura, embora as seguradoras já estejam agregando benefícios ao contrato, como assistência técnica 24 horas e serviço de reboque.

Além de não ter o próprio carro coberto, destaca Silva, o RCF tem limitação de cifras: o contrato estabelece um teto de valores. Levando em conta as últimas indenizações do mercado, que variam entre R$ 40 mil e R$ 50 mil, os corretores sugerem uma cobertura de R$ 100 mil:

— Todo o valor que ultrapassa o contratado sairá do bolso do contratante — frisa Silva.

Assim, se o cliente contratou uma apólice com cobertura para danos até R$ 100 mil, mas provocou danos que superaram o montante ou se causou lesões a uma pessoa e a indenização superou este valor, ele terá que arcar com o que ultrapassar esta cifra. E, como aumentar o teto de cobertura não pesa significativamente no custo do seguro, o consumidor deve avaliar esta possibilidade.

— Para dobrar o valor do contrato, o acréscimo será de, no máximo 25%. O objetivo do RCF-V é reembolsar o contratante pela indenização que ele venha a ter que pagar pelos danos causados a outra pessoa, seja material ou corporal — explica Silva.

Segmento estimula oferta de novos produtos

Mas não são só os motoristas que passaram a ficar mais atentos ao RCF-V. As seguradoras também têm dado mais atenção a esta modalidade. Algumas até lançaram recentemente novos produtos tendo o RCF-V como exemplo.

A Bradesco Seguros, por exemplo, lançou, no fim de 2014, produto contra terceiros de contratação simplificada, sem vistoria do veículo e perfil do condutor ou segurado. É o Seguro Auto Assistência Total, que inclui assistência auto dia e noite, assistência dia e noite residencial e participação em sorteios mensais no valor de R$ 50 mil. Desenvolvido inicialmente para correntistas do Bradesco, oferece coberturas para danos materiais, corporais e morais.

Para contratar o seguro, o interessado deve ter veículos de passeio e picapes leves nacionais com até 15 anos de uso. Pelo valor fixo de R$ 499,50, além da cobertura para danos contra terceiros, o segurado passa a contar com os serviços de reboque em caso de pane, acidente e incêndio, além de chaveiro e socorro mecânico para pane seca e serviços emergenciais para a residência.

Na SulAmérica, o cliente pode contratar apenas a cobertura de Responsabilidade Civil Facultativa (RCF) ou optar por contratar em conjunto a cobertura de Acidentes Pessoais de Passageiros. Para um carro popular com dez a 15 anos de uso, somente para terceiros, o valor do seguro é de R$ 457,76. São oferecidos descontos para renovação.

Tipos de seguros: o que diz a cartilha do setor

Proteção do veículo (seguro de casco):

Cobertura compreensiva básica. Inclui colisão, incêndio, roubo/furto, alagamento, queda sobre o veículo de objeto externo (como árvore), vendaval, granizo, raio e explosão.

Coberturas opcionais. O segurado pode incluir proteção aos vidros (janelas, lanternas, faróis e retrovisores), carro reserva, lucros cessantes (para quem usa o veículo para o exercício do trabalho).

Roubo, furto e incêndio. Abrange apenas os riscos de raio, incêndio, explosão e roubo/furto.

Contra danos a terceiros: Há o de Responsabilidade Civil Facultativa (RCF-V) e o de Acidentes Pessoais de Passageiros (APP).

Responsabilidade Civil Facultativa. O seguro facultativo de responsabilidade civil de veículos tem coberturas para danos materiais e/ou corporais, com reembolso dos valores reclamados por terceiros, cujos patrimônios tenham sido danificados ou que tenham sofrido danos no corpo (morte e/ou invalidez) ou ainda que tenham contraído despesas médicas e hospitalares em razão do acidente. Reembolsa até o limite determinado na apólice (não se trata de franquia) e prevê também o pagamento de advogado e de custas judiciais.

Acidentes Pessoais de Passageiros. O APP cobre danos corporais aos passageiros do veículo segurado em razão de acidente de trânsito, despesas médicas e hospitalares.

 


22/04/2015 / Fonte: O Globo

 

Avaliação média de Indústria do Seguro são 5 Estrelas de 5 estrelas - Baseado em 142 Avaliações
Incluir Depoimento
SUSEP :10.0302767   |   Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.  |   Procon-RJ

 

Seguro de Carro Seguro de Moto Seguro de Caminhão Seguro Empresarial Seguro de Condomínio
Seguro de Casas e Apartamentos Seguro Aluguel Seguro de Vida Seguro Saúde Seguro Odontológico
Seguro de Transportes Seguro Viagem Seguro de Equipamentos Seguro de Acidentes Pessoais Seguro Garantia
Seguro de Responsabilidade Civil Previdência Privada Seguro de Estagiários Outros Seguros