Blog Indústria do Seguro

Seguros com Segurança.

  • Página Principal
    Página Principal Aqui você pode encontrar todas as postagens do blog
  • Tags
    Tags Mostra uma lista de tags utilizadas no blog.
A importância do Seguro de Responsabilidade Civil para as empresas.

O estilo de vida moderno traz para as empresas diversos desafios. Além de tentar crescer em um ambiente mais competitivo, um crescente aumento nos custos devido ao acompanhamento das exigências tecnológicas e a insegurança no mercado como um todo ante as expectativas políticas e financeiras, o empresário deve se precaver quanto aos riscos inerentes ao seu negócio, inclusive e principalmente quanto à RESPONSABILIDADE CIVIL.

É mais que sabido que a indústria das indenizações por danos oriundos da responsabilidade das empresas inerentes ao seu negócio, produtos e serviços está crescendo dia a dia. O Judiciário está aplicando diversas punições e decidindo por indenizações contra as empresas decorrentes de responsabilidade civil nos mais variados temas e situações.

Manter a saúde financeira do seu negócio é fundamental e uma das alternativas (talvez a mais prática e barata) é a securitização de seus riscos. O Seguro de RESPONSABILIDADE CIVIL, via de regra, é extremamente barato. Ele protege contra prejuízos financeiros decorrentes de eventuais indenizações por danos materiais ou corporais causados involuntariamente a terceiros (clientes, fornecedores ou funcionários), sejam estes danos causados nas dependências da própria empresa, no local da prestação de um serviço, por um produto, por uma falha, enfim, há sempre um risco de responsabilidade que pode ser coberto por uma apólice de Seguro de Responsabilidade Civil.

Temos um caso de Responsabilidade Civil emblemático em nossa corretora. Um restaurante tipo “a quilo”, nosso segurado, teve um acidente inusitado em suas dependências: um cliente, ao se servir no balcão, rasgou a manga de sua camisa. Era uma camisa de marca, relativamente cara, que tinha acabado de ser comprada. Após acionado o sinistro, a seguradora indenizou a camisa integralmente. O fato que para alguns pode ser estranho é que a seguradora exigiu o “salvado” (a camisa rasgada), depois de ter pago a indenização. Talvez alguma costureira pudesse consertar...quem sabe?

Milhares de outras situações acontecem frequentemente nas empresas e nem sempre existe um seguro para amparar aquela despesa inesperada. Uma indenização de Responsabilidade pode ser pequena (como no caso da camisa acima), como pode ser gigantesca! Tudo depende do dano sofrido.

...

Postado em em Seguros

Ele criou a icônica "boas vindas" no Havaí com um belo colar de flores. Ele pagou centenas de parquímetros nos Estados Unidos. E tudo isso fez dele o maior vendedor de seguros de todos os tempos.

Elmer foi o precursor na arte de vender seguros omitindo a palavra morte ao oferecê-los. Sabia que um empático profissional em vendas encontraria muitos argumentos, além do medo, para conquistar clientes. E está certo, porque a maioria das pessoas não aceita sequer escutar aos vendedores de seguros de vida, pois de alguma forma implica falar das possibilidades de uma desgraça. Quando Elmer começou no mundo das vendas, achava que primeiro devia servir antes de vender e assim conseguiria clientes: ia-se a caminhar pelas ruas nas quais tinha automóveis estacionados. Detectava os que estavam a ponto de esgotar o tempo de pagamento no parquímetro, depositava-lhes o valor para renovar o tempo e lhes deixava um cartão de apresentação na qual explicava o que tinha feito.

"primeiro devia servir antes de vender e assim conseguiria clientes"

Regressava a seu escritório e esperava o telefonema do motorista agradecendo sua ação. Conversavam durante vários minutos, como vizinhos amáveis. Sempre chegava o ponto no qual lhe perguntavam a que se dedicava. Então Elmer se dispunha a explicar- lhes o mais interessante de seu produto, que eram os benefícios até conseguir que a pessoa lhe convidara para visitar-lhe e continuar a conversa. E assim realizava várias vendas. Elmer sempre se preocupou por fazer sentir, a cada cliente, que era dono de sua agenda. Ainda que era um profissional muito ocupado, sempre sabia negociar com sutileza, as horas e dias de encontro (ARTIGO: A RE- NEGOCIAÇÃO DE PREÇOS COM OS COMPRADORES).

Quando Elmer juntou uma fortuna e vivia num bairro residencial na Califórnia, usou outra estratégia: o único acesso de carro para chegar a sua casa tinha um pedágio. Elmer sempre estava atento ao cruzar o pedágio, de fazê-lo na frente de um carro que lhe inspira-se "confiança para investir", Elmer pagava por seu bilhete e o do próximo carro, e pedia para entregar o seu cartão de visitas para o motorista felizardo. Alguns dias depois, Elmer recebia um telefonema de agradecimento, e uma esperança concreta para realização de futuros negócios.

"uma esperança concreta para realização de futuros negócios"

Com essa tática somou muitos clientes a sua carteira e vendeu um suculento seguro de vida ao senador Helms, um dois homens mais influentes nessa época no Governo Estadunidense. Quando Elmer teve que se retirar por prescrição médica, devido a suas afecções cardíacas, foi viver no Hawaii. Nos berços desse lugar passou vários dias, até que se deu conta que não tinha quem desse informação aos turistas... Propôs-se para essa tarefa e foi, novamente, pioneiro ao instaurar a entrega de colares de flores aos recém chegados. Tratava-os cordialmente em sua estadia e eles o consideravam um velho conhecido, que distribuía seus cartões de apresentação e aprovfeita-se para continuar vendendo seguros (ARTIGO: NÃO VENDA FILE, VENDA O AROMA DA CARNE ASSANDO).

"pioneiro ao instaurar a entrega de colares de flores aos recém chegados"

Elmer Letterman viveu longos anos e nunca cessou seu trabalho de vendas. Foi um triunfador nato, um ícone no âmbito dos profissionais em vendas. Depois de mais de 50 anos, ainda se considera a Elmer G. Letterman o melhor vendedor de seguros de vida nos EUA e um dos 12 maiores profissionais em vendas mundiais. Se lhe recorda como um empreendedor de primeira, pioneiro em vários esquemas de marketing que ainda hoje dão frutos. Em sua autobiografia " Showmanship das Vendas", afirma que para ter sucesso em qualquer empreendimento, o fundamental é amá-lo. E querê-lo como o mais importante da nossa vida. Isso que nos fará ser originais e oferecer o melhor de nós para os demais.

Muito novo, o Seguro Auto Popular suscita diversas dúvidas. Abaixo, algumas questões respondidas à partir dos produtos que as seguradoras já disponibilizaram.  carro e calculadora2

Os dados do ranking são do IVR (Índice de Veículos Roubados) da Susep

A Susep (Superintendência de Seguros Privados) divulga o IVR (Índice de Veículos Roubados), que é obtido pela divisão entre o número de ocorrências de roubo e furto e o total de unidades seguradas daquele modelo. Confira na galeria abaixo os 10 carros nacionais em produção mais visados pelos criminosos. Para evitar distorções no indicador, foram considerados apenas os modelos com mais de 10 mil unidades seguradas.

Ladrão de carros 2

Postado em em Seguros

A polêmica a respeito do aplicativo UBER se estende ao seguro. Há ainda muitas dúvidas dos segurados quando começam a atuar como UBER. Muita gente vem fazendo simplesmente o seguro de Acidentes Pessoais de Passageiros exigidos pela empresa e estão esquecendo de informar à sua seguradora da modificação da utilização do veículo. E, para complicar ainda mais, algumas seguradoras sequer aceitam esta modificação!

 Carros frente

Desde o dia 1º de abril, está em vigor a norma da Superintendência de Seguros Privados (Susep) que regula o seguro auto popular. O Brasil possui hoje apenas 30% de sua frota segurada e o fator financeiro pode ser um dos motivos. Por isso a atenção a essa nova modalidade de seguro, que promete preços mais baixos.seguro popular de carro

UBER: Apesar das discussões sobre a legalidade ou não, se é bom para a sociedade, se é um serviço útil, etc, o fato é que, a cada dia, mais e mais pessoas ingressam neste tipo de prestação de serviço. Ao ingressar no UBER várias responsabilidades são assumidas e, dentre elas, a de fazer um seguro de Acidentes Pessoais de Passageiros. É aí que a coisa começa a se complicar...

Carro Uber

Uso de peças usadas com certificado de garantia beneficia 65 milhões de veículos usados e deve reduzir custo em 30%

carro e calculadora2

As seguradoras tem 15 dias para se pronunciarem se aceitam ou não o risco. Se aceitam, emitem a apólice. Se não aceitam, elas comunicam a decisão e devolvem os eventuais pagamentos que porventura tenham sido feitos. 

Até que uma ou outra coisa aconteça, o contrato já está valendo, porém alguns detalhes são importantes:Colisão

Saiba quais fatores influenciam no preço final da apólice

Atualmente, parte da população opta por “proteger” seus veículos com coberturas oferecidas por seguradoras. Os valores cobrados variam conforme o modelo, a empresa, o tipo de cobertura escolhido e o perfil do cliente. Entretanto, seguindo algumas dicas dá para conseguir preços melhores e também alguns benefícios.

carro e calculadora2

Agende conosco o vencimento de seu seguro!   Veja o que nossos clientes falam de nosso trabalho.

SUSEP :10.0302767   |   Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.  |   Procon-RJ

* Relação de Seguros com os quais trabalhamos: Seguro de Carro; Seguro de Moto; Seguro de Caminhões; Seguro Empresarial; Seguro de Condomínios; Seguros de Casas e Apartamentos(on line); Seguro Aluguel; Seguros de Vida; Seguro de Saúde; Previdência Privada; Seguro de Transportes; Seguro Viagem(online); Seguro de Notebook e Smartphones (online); Seguro de Acidentes Pessoais; Seguro de Responsabilidade Civil; Seguros dos Ramos Elementares.